O cerco contra a corrupção no futebol

VILANOVA DEJA DE SER ENTRENADOR DEL BARCELONA PARA TRATARSE DE SU ENFERMEDADDigamos que são alvissareiras as notícias vindas da Espanha. A prisão do ex-presidente do Barcelona, Sandro Rosell, e mais quatro pessoas na cidade catalã, nos dá esperança de que a Justiça poderá ser feita no mundo do futebol. Não quero aqui condenar o ex-dirigente, mas ressaltar que existe gente de olho no dinheiro que circula dentro e ao redor do esporte mais popular do planeta. Para o bem e para o mal.

Rosell foi detido por suspeitas de lavagem de dinheiro. Segundo o “El País”, da Espanha, se investiga uma suposta organização criminosa que teria cobrado comissões ilegais sobre os direitos de imagem de TV da Seleção Brasileira e depois regularizavam os lucros através de paraísos fiscais como Andorra. O ex-dirigente também foi presidente da Nike e teria sido nessa época que manteve um contrato com a CBF durante a gestão de Ricardo Teixeira.

Tudo isso foi revelado, em 2013, pelo jornal “O Estado de São Paulo”. Com base nessa história, começaram as investigações que culminaram nas prisões. Hoje, policiais fizeram buscas e apreensões em vários lugares de Barcelona, Lleyda, Girona e Andorra. Sandro Rosell também é investigado nos Estados Unidos pelo FBI com suspeita de desvio de milhões para contas secretas de Teixeira.

A matéria completa você lê aqui nesse link:

http://esportes.estadao.com.br/noticias/futebol,policia-espanhola-prende-ex-presidente-do-barcelona-sandro-rosell-por-contratos-com-a-cbf,70001807248

http://brasil.elpais.com/brasil/2017/05/23/internacional/1495521178_853700.html

No mesmo dia, ficamos sabendo da prisão de dois ex-governadores do Distrito Federal e um assessor do presidente Michel Temer por conta de superfaturamento na reforma do estádio Mané Garrincha, o mais caro da Copa no Brasil. Teria sido algo em torno de R$ 900 milhões a mais em propinas. Existem suspeitas sobre outros estádios do Mundial do 7 a 1, o que só faz aumentar a nossa vergonha, mas que deve nos fazer cobrar uma averiguação a todo instante por parte das autoridades e dirigentes de clubes.

O Corinthians está com a auditoria terminada. É essencial que venha à tona tudo o que se passou nas negociações do ex-presidente Andrés Sanches e a Odebrecht. Que se esclareça o pagamento de R$ 500 mil a alguém de codinome “Timão”, que aparece na planilha de propina da empreiteira. Quais providências o clube sobre isso? Destacou algueem para acompanhar as investigações? Diante de tantos escândalos cabe a pergunta: será que Itaquera custou mesmo mais de 1 bilhão como dizem? Nem me refiro ao que ficou faltando ser completado como o acabamento do piso dos setores norte e sul, admitido pela administração do estádio ao UOL no fim-de-semana.

Num dia em que ficamos sabendo que Ricardo Teixeira pode ser preso através de um pedido da polícia espanhola, que tal sonharmos que, finalmente, o Ministerio Público descobriu que o futebol dá muito lucro e que tem muita gente ganhando com isso de forma desonesta. Imaginem amigos, se isso aconteceu na Confederação Brasileira de Esportes Aquáticos e terminou com a prisão de quatro dirigentes, quanto mais não será num mundo ainda mais milionário como o Planeta Bola? A Fifa que o diga.

 

Anúncios

Eliminada, Hope Solo perde o humor

hope solo 2

Toda a irreverência que Hope Solo mostrou na foto em aparecia protegida contra o Zika Vírus, está demonstrada pelos brasileiros ao saber da eliminação do time feminino de futebol dos Estados Unidos, agora à tarde. Os memes viralizaram rapidamente, tirando uma onda com a goleira norte-americana, que por seu lado demonstrou ser má perdedora. Ao ser entrevistada na saída do campo, disse que seu time havia perdido para “um bando de covardes” e que as “melhores não tinham vencido”.

Péssimo exemplo de quem não está acostumada a ser derrotada. Desde que as mulheres começaram a disputar o futebol nos Jogos Olímpicos, em Atlanta, em 1996, os Estados Unidos nunca tinham ficado de fora de uma final. Foram quatro medalhas de ouro em cinco decisões. Agora, vão ver pela TV, e a Suécia vai encarar a vencedora de Brasil e Austrália.