Ceni criou um problema para o São Paulo

a1

A saída de Rogério Ceni do comando do São Paulo tomou conta das mídias sociais e tradicionais nesta segunda-feira. Como assim teria que ser por se tratar de um dos maiores ídolos da era recente do futebol brasileiro. Goste dele ou não, o ex-goleiro e agora ex-treinador são-paulino é nome certo na história desse esporte no país e no mundo. No mínimo, pela quantidade de gol que fez cobrando faltas e pênaltis. Sem falar nos recordes e mais recordes que quebrou ao longo de 25 anos.

Entre os torcedores do São Paulo nota-se um sentimento duplo. Alívio e tristeza, não necessariamente nessa ordem. Mas a saída de Rogério resolve um problema criado por ele mesmo ao seu grande amor: o São Paulo Futebol Clube. Ao ficar parado por um ano e estudar o primeiro nível do curso da Uefa, no ano passado, ele se pôs como solução para revolucionar o clube em que viveu os melhores momentos de sua vida.

Foram, no mínimo, duas vezes em que se ofereceu ao presidente Carlos Augusto de Barros e Silva. Mais que isso, não escondeu seu desejo de ninguém. Deixou que isso chegasse até a Imprensa e aos ouvidos dos são-paulinos. A partir daí, virou um problema e uma solução para a diretoria. Leco era candidato à reeleição e recolocar o maior ídolo de novo em cena, seria a catapulta perfeita para sua candidatura. Ao mesmo tempo, ele não era o nome mais indicado para assumir o cargo de técnico. Faltava-lhe experiência. A ideia era deixá-lo no time da base até que estivesse mais bem preparado.

A pressa de Ceni criou uma pressão. Seu nome seria gritado a partir de qualquer tropeço do elenco. Nenhum outro treinador teria paz para trabalhar, a não ser que viessem os resultados. Na primeira eliminação, surgiriam os gritos por Rogério na arquibancada. E seria assim com todos até que houvesse a troca e a chance lhe fosse dada.

O São Paulo ficou com um bode na sala e agora usou a frieza para tirá-lo. Leco foi reeleito e, como os dirigentes previam, o treinador provou-se ruim para o momento. A eleição já passou. É hora de tentar tirar o time da crise. Sobrou para o ídolo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s