O Brasileirão tem cheiro de quê?

diego-bike

Os jogos da quarta-feira parecem ter deixado claro quais são os candidatos ao título do Campeonato Brasileiro. Os três primeiros colocados venceram seus jogos diante de suas torcidas e confirmaram que se alguma outra equipe quiser entrar na disputa, vai ter que lutar muito. Palmeiras, Flamengo e Atlético Mineiro fazem, a essa altura da competição, uma campanha muito mais consistente do que todos os outros e merecem estar onde estão.

As redes sociais foram invadidas no fim da noite de ontem com a alegria contagiante rubro-negra. A frase “Estou sentindo cheiro de hepta” virou quase um mantra entre eles, empolgados com a vitória no fim de um jogo muito disputado contra a Ponte Preta. Quando parecia que a liderança ia ficar distante, veio a luz na bicicleta de Diego e no aproveitamento do rebote de Fernandinho. Foi a 13ª vitória do Flamengo, sendo as três últimas consecutivas. Difícil conter o entusiasmo da maior torcida do Brasil ao ver que tem um time capaz de rivalizar contra qualquer um. Nas últimas dez rodadas, uma única derrota.

A alegria carioca só não é maior porque o líder ainda é o Palmeiras. E tem sido assim há cinco jogos. Aliás, das 23 rodadas disputadas, apenas em nove, o primeiro lugar foi ocupado por outro time. O torcedor bem que poderia dizer que sente o “cheiro de ênea”, em referência ao que seria o nono título brasileiro, porém ainda exibe um sorriso contido de quem anda desconfiado de tamanha alegria nos últimos meses. Afinal, o último Brasileirão foi conquistado há 22 anos. A virada sobre o São Paulo foi daquelas em que se mostra repertório. Não conseguia furar a forte marcação em trocas de passes e velocidade. Aí, o jeito foi explorar o jogo aéreo e resolver a parada. Manteve a distância segura de três pontos para o Flamengo e sabe que dos candidatos ao título, foi quem menos pontuou nos últimos dez jogos: 5 vitórias, três empates e duas derrotas.

Se um atleticano disser que o Brasileirão está com cheiro de bi, também não estará exagerando. O mineiro faz uma ótima campanha de recuperação. Esteve na zona de rebaixamento nas rodadas 7 e 8 e já, há cinco, chegou ao G4. Ganhou com dificuldades do Vitória, mas sofreu mais com a falta de pontaria do ataque do que com os desfalques. Sem falar em Fred, que fez os dois gols e mandou outras duas bolas na trave. A campanha no recorte de dez jogos é igual à do Flamengo, ou seja, dá para sonhar com o título que não vem desde 1971.

Para esquentar essa disputa, a tabela ainda marca o encontro entre essas três equipes. Na semana que vem, o Flamengo tentará devolver, em São Paulo, a derrota para o Palmeiras no primeiro turno. Mesma situação vive o líder em relação ao Atlético Mineiro, que tem a seu favor o fato de receber as duas equipes em seu domínio. Portanto, respire fundo e sinta o cheiro que bem lhe aprouver.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s