Empate justo e sem brilho

image

Não era exagero apontar o Corinthians como favorito ao clássico com o São Paulo. Vinha de 4 vitórias seguidas, uma semana inteira pra treinar contra um adversário que foi eliminado da Libertadores, perdeu seus principais atacantes e tem oscilado muito no Brasileirão.

O que se viu em Itaquera foi um confronto de intermediária à intermediária. Muita marcação, certa troca de passes e pouquíssimas finalizações. No primeiro tempo, um gol pra cada lado e outra boa defesa do Dênis.

Na etapa final, o Corinthians deu uma cabeçada ao gol em outro ótima defesa do goleiro, afrouxou a marcação e viu o São Paulo tomar conta do jogo, mas sem finalizar. Hudson teve duas chances, uma em que entrou na área e Cassio salvou, e outra em que Yago tirou.

Para chegar à primeira vitória, faltou qualidade no ataque ao São Paulo. Apenas Cueva teve algum brilho e sem ter com quem tabelar. As chegadas dos volantes foi uma boa saída de Edgardo Bauza.

Ao Corinthians faltou bola. Giovanni Augusto fez mais uma partida ruim pelo meio. Guilherme entrou e nada mudou. Romero e Marquinhos Gabriel também foram anulados. E as mexidas não surtiram efeito. Especialmente a entrada de Elias em lugar de Rodriguinho, que ao menos marcava e recompunha. Ao sair, abriu-se um buraco no setor e os são-paulinos tomaram conta. No fim, um empate justo e futebol de menos para o maior público do ano na Arena Corinthians.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s