Hoje é dia de se respirar São Paulo F.C.

O são-paulino já tomou as timelines das redes sociais. São fotos, frases de efeito e afeto ao clube do coração. Ele respira a partida contra o Nacional, de Medellin, como quem toma o último ar puro. Não há brechas para pensamentos negativos.

maicn

Os últimos anos foram muito duros a ele. O torcedor do São Paulo, tão mal acostumado a vitórias, viu a história mudar. Nas últimas oito temporadas, teve que se contentar com um Sul-americano e nada mais. Onde se vendia organização, agora tem sopapos, registros policiais e presidentes depostos. Viu a cidade receber estádios modernos e o querido Morumbi deixado de fora da Copa do Mundo. Seus rivais ganharam títulos nacionais e internacionais. Enquanto isso…

Enquanto isso são-paulino, seu time foi ganhando forma e de um jeito argentino. Edgardo Bauza chegou em janeiro para dar uma cara a quem não tinha identidade. Começou acertando a defesa, descobriu Maicon como líder do grupo. Por cima, por baixo e no cara a cara. O São Paulo ganhou um capitão.

E foi com muita conversa que o treinador fez a maior contratação: trouxe de volta o futebol de Paulo Henrique Ganso. Fez o meia acreditar que era possível voltar a jogar bem e o convenceu a ficar próximo da área, chutar mais a gol. Para a tristeza são-paulina, o seu melhor jogador estará fora do confronto das semifinais. Perde em acertos de passes, conexão meio-campo/ataque, mas quem quer ser campeão da Libertadores precisa ter mais opções. Ítalo será o escolhido. “De outra forma, teríamos que usar jogadores muito jovens”, antecipou o treinador.

A sintonia fina do vestiário do São Paulo foi passada com muita conversa. Paton conseguiu convencer a todos que, a seu modo, se poderia chegar a algum lugar. O time comprou a ideia e foi se montando. “Alguém pode não gostar, mas temos sim um jeito. E os atletas sabem como devem jogar. Tivemos momentos muito difíceis e a equipe demonstrou personalidade e identidade muito clara, por isso estamos hoje entre os 4 melhores.”

E será desse jeito que o São Paulo pretende seguir adiante na Libertadores. Hoje é dia de você tomar as arquibancadas do Morumbi para ver o time de Bauza: “A equipe vai deixar a vida para deixar todo são-paulino feliz.”

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s