Foi Romero e mais dez!

romero

Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians

Outra vez estádio cheio. Novamente Guerrero contra a torcida corintiana. E como sempre tem acontecido, pior para o peruano. A tarde em Itaquera foi de um outro atacante estrangeiro e muitas vezes xingado pela torcida do Corinthians. Romero não é craque, mas viu seu esforço recompensado com dois gols e participação decisiva nos outros dois na goleada por 4 a 0 diante do rubro-negro carioca.

A partida serviu para mostrar que apesar da troca de comando, o sistema defensivo corintiano ganhou jeito. Bruno Henrique foi incansável no combate, marcação e desarme. E na linha de quatro, todos seguros. O duelo do experiente Guerrero e do jovem Pedro Henrique foi vencido pelo zagueiro. Sem dar espaço, tirou qualquer chance do ex-colega de time e ainda acabou sofrendo uma desnecessária entrada maldosa no fim da partida.

Cássio parece ter recuperado a confiança. Quando foi exigido, foi bem. Principalmente no chute de Willian Arão. Defesa de tirar o chapéu e manter o jogo sem gol até ali. Se no primeiro tempo, o Corinthians defendeu mais e  deixou o Flamengo ficar cercando a área. No segundo, o time adiantou um pouco a marcação e uma alteração tática de Cristóvão Borges fez toda a diferença. Ele inverteu os lados de Romero e Marquinhos Gabriel. E jogando pela esquerda, o paraguaio arrebentou com o equilíbrio até ali.

Mostrou oportunismo no primeiro gol, quando a bola teve dois desvios até ele dar de bico. A desvantagem quebrou o Flamengo que abandonou a marcação e passou a fazer escolta ao adversário. Assim viu Romero partir com a bola dominada sem ser molestado, tocar para Guilherme, que entrara na vaga de Luciano. O atacante teve tempo para dominar, ajeitar e bater.

Romero também participou do terceiro. Cruzamento da direita, Rodriguinho fez o corta luz e o artilheiro bateu. Muralha espalmou e Rildo, de  voleio, aumentou para o Corinthians. A partir daí, teve olé, teve Guerrero nervoso, e teve o quarto gol. Rodriguinho arrancou pelo meio de sua intermediária. Foi levando, levando até a intermediária do Flamengo e achou Romero livre na esquerda, nas costas de Rodney, pra determinar a goleada. Para Guerrero, vaias, muitas!!! Para Romero, aplausos!!!  Diversos… e intermináveis!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s